Entrevista ao programa Tudo por Elas

Fui entrevistado ao vivo no programa Tudo por Elas, da Tv Diário, para todo o Brasil.

O programa é leve, divertido e irreverente. Conversamos um bloco inteiro mas o tempo passou super rápido.

Estou honrado e agradecido pela oportunidade.

Fabio Meireles entrevista TV Diario maio 2015 03
Fabio Meireles entrevista TV Diario maio 2015 02
Fabio Meireles entrevista TV Diario maio 2015 01

Advertisements

Revista o Povo Noivas 2014

Mais uma vez me sinto radiante e empolgado com os frutos do meu trabalho. Fui entrevistado e várias fotos minhas foram publicadas em editoriais da revista O Povo Noivas 2014.

Além de vários anúncios de colegas de outras áreas, algumas imagens ilustram matérias importantes, como “Os pequenos na festa” (p. 122.), “Casamento em tempos de câmeras digitais” (p. 132.) e “Para fugir do convencional” (p. 202.). Uma foto minha finaliza a revista na seção “Serviço” (p. 246.).

Segue trecho da entrevista:

O Povo – Qual sua opinião da “mãozinha” que os convidados dão aos fotógrafos na hora da cerimônia com seus tablets e iPhones?

Fábio Meireles – Nos casamentos eu sempre brinco dizendo que – a concorrência esta acirrada! – quando vejo o monte de convidados mais concentrados em registrar o evento que vivenciá-lo. Não vejo isso como um problema em relação ao meu trabalho, pois de certa forma até o valoriza, mas acredito que não é de bom tom a falta de envolvimento que denota tal atitude.

Quando o convidado registra o casamento sem sair do seu lugar não atrapalha em nada. Acredito até que esse interesse pela fotografia até mesmo valoriza o trabalho dos bons fotógrafos, pois a comparação é inevitável e, mesmo com todos os avanços tecnológicos que propiciam boas capturas sem conhecimentos técnicos, a sensibilidade, o olhar e a técnica fotográfica são melhor compreendidos e valorizados por quem vivencia a fotografia em seus iPhones do que quem se mostra alheio à mesma.

O Povo – Você concorda com o movimento “unplugged wedding”, no qual os convidados se desplugam dos eletrônicos e curtem a festa?

Fábio Meireles – Totalmente! Eu sempre digo que a minha fotografia não apenas para relembrar, mas para reviver. Neste sentido, gosto de captar as relações e os sentimentos das pessoas. Gostaria que elas curtissem mais os momentos e não ficassem concentradas em seus equipamentos.

O Povo – Como você lida com os convidados que insistem em utilizar os eletrônicos durante a cerimônia? 

Fábio Meireles – Eu sou bem tranquilo… normalmente o fotografo junto, mesmo quando insistem em invadir o corredor o subir no altar. Como me proponho a fotografar o que aconteceu, sem interferir no andamento das coisas, componho a cena e faço uma foto bem bonita do “invasor”.

O Povo – Liste algumas dicas, vamos dizer de etiqueta, para os convidados ao usar os eletrônicos no casamento, a fim de evitar o exagero ou mesmo estragar as fotos oficiais.

Fábio Meireles
1 – Desligue o celular!
2 – Lembre-se que sua atitude de disputar a imagem com o fotógrafo da noiva demonstra egoísmo e falta de educação, pois você está tomando para si uma imagem esperada e sonhada por quem o convidou.
3 – Lembre-se que quando você está fazendo um selfie ou fotografando sua amiga num momento importante da festa, como a primeira dança ou os agradecimentos, você está mandando um recado que não está nem aí para o evento e para os noivos, mas preocupada apenas consigo mesma.
4 – Desligue o celular!
5 – Desligue o celular!

Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-01
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-02
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-03
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-04
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-05
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-06
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-07
Fabio Meireles Revista O Povo Noivas 2014-08

Fhox on the Road 2013: Brasília e Recife

Confirmada minha palestra no Fhox on the Road 2013. O evento acontece em Brasília e no Recife, nos meses de outubro e novembro.

Minha apresentação será no Recife, no dia 12 de novembro. A palestra será sobre minha trajetória na fotografia de casamento. Os pontos principais serão sobre como aproveitar melhor o tempo, como fazer boas fotos sem perder a festa inteira com poses. Tentarei demonstrar que a complexidade da fotografia muitas é alcançada através da simplicidade na captura da imagem. O olhar e o sentimento são tão importantes como a técnica e o planejamento. A fotografia, quando verdadeira, não é apenas para relembrar, mas para reviver.


Revista O Povo Noivas 2013

Hoje foi o lançamento da Revista O Povo Noivas 2013. Mais uma vez estou radiante com o reconhecimeto do meu trabalho no meio jornalístico. Foram mais de vinte imagens publicadas na revista, em diversos editoriais. Muitas delas, em página inteira, abrem secões importantes, como as que tratam de beleza e fotografia.

Além disso, fui entrevistado no “guia de fotografia”. Leia um trecho da entrevista:

O Povo – Quais são os momentos mais emocionantes de um casamento, na sua opinião?
Fábio Meireles – Existem os mais esperados: a entrada da noiva na Igreja, o beijo ou a primeira dança, mas acredito que os momentos mais emocionantes num casamento se mostram de forma sutil, à margem do rigor cerimonialístico: o pai ao ver a filha de noiva, o olhar da noiva ao abrir da porta da Igreja, as promessas no altar e, principalmente, momentos íntimos que ocorrem ao longo do casamento, como troca de olhares e reencontros. O grande desafio do fotógrafo de casamento é ter sensibilidade e estar afinado a essas pequenas coisas. Para retratar emoções é preciso, antes de tudo, sentir.
O Povo – O que diferencia a fotografia do casamento moderno, dos dias de hoje, para o da época “analógica”, mais clássica?
Fábio Meireles – O avanço tecnológico possibilitou um salto de qualidade na fotografia. Muitas dificuldades técnicas ficaram no passado e o bom resultado da imagem, no que se refere à iluminação, foco, nitidez e enquadramento tornou-se pressuposto. Hoje em dia buscamos muito mais que uma foto bem iluminada, focada e enquadrada. A busca da atual fotografia de casamento é pela verdade, pelo momento, pela intensidade. Tentamos parar o tempo, para que a foto não seja apenas para relembrar, mas para reviver. Saber contar histórias talvez seja o principal requisito do novo fotógrafo de casamento.
O Povo – Quais fotos você nunca deixa de fazer em um casamento?
Fábio Meireles – As verdadeiras! Normalmente fazemos três abordagens fotográficas: registramos tudo o que aconteceu, fazemos as fotos clássicas posadas, de acordo com a vontade dos noivos, e fotografamos de forma quase autoral, com absoluta liberdade estética. A noiva recebe todas as imagens e pode dar ao álbum a forma que preferir. Nada é esquecido, desde a foto clássica do casal cortando o bolo a um detalhe sutil da decoração. A ênfase que será dada à cada abordagem: registro, clássico ou artístico, é definida com cada casal antes do casamento.


















Wedding Best: o melhor das fotos de casamento

Muito feliz com mais um reconhecimento! Desta vez da maior revista brasileira do setor de estúdio/laboratório fotográfico. Saiu uma matéria jornalística exclusivamente sobre mim na seção “Wedding Best”. Isto me fortalece e me deixa ainda mais convicto de que é possível fazer uma fotografia independente, de qualidade, simples e verdadeira.